A Conferência

Uma vez por ano com dia e hora marcada para se discutir temas de interesse da sociedade.

Nos últimos 09 anos, foi aberto o diálogo entre o poder publico, iniciativa privada e a sociedade civil organizada, para juntos, estabelecerem políticas, ações e atividades que contribuem para a melhoria da saúde pública, da qualidade de vida e para a difusão dos conceitos da sustentabilidade, tema que se insere
no contexto das grandes preocupações com os destinos da Metrópole Paulistana e de seus habitantes. 

Objetivos

Promover um amplo debate, com a iniciativa privada, administração pública, terceiro setor, instituições de ensino, associações e entidades, imprensa e a sociedade civil organizada, sobre experiências e a prática da sustentabilidade nas empresas do setor público e privado (pequenas, médias empresas), industrias, comércio e serviços. 

Contribuir para difundir a prática do desenvolvimento limpo nos órgãos da administração pública, pequenas, médias e grandes empresas de São Paulo.

Fomentar políticas públicas que estimulem a implantação de processos sustentáveis, na iniciativa privada e no setor público.

Público alvo

Empresários, consultores, executivos e profissionais das áreas de gestão ambiental,  qualidade, saúde, engenharia, projetos, marketing e planejamento estratégico, das pequenas, médias e grandes empresas.

Educadores, acadêmicos, pesquisadores e jornalistas 

Representantes de entidades/associações públicas e privadas e ONGs

Conceitos

Produção Mais Limpa
É uma estratégia preventiva que permite a empresa melhorar a sua produtividade, performance ambiental, eficácia, satisfação dos colaboradores e da comunidade e a imagem pública.
A Produção Mais Limpa requer mudança de atitude da empresa, exercício de gerenciamento ambiental responsável e avaliação das opções tecnológicas disponíveis. Enfim, produzir mais e melhor com menos.

Sustentabilidade
Se define como um princípio de uma sociedade que mantém as características necessárias para um sistema social justo, ambientalmente equilibrado e economicamente próspero por um período de tempo longo e indefinido.

De acordo com John Elkington*, criador do termo Triple Botton Line  - que designa o equilíbrio entre os 3 pilares - ambiental, econômico e social - para obtenção do sucesso nos negócios -, a expectativa de que as empresas devem contribuir de forma progressiva com a sustentabilidade, surge do reconhecimento de que os negócios precisam de mercados estáveis e que devem possuir habilidades tecnológicas, financeiras e de gerenciamento necessárias para possibilitar essa transição rumo ao desenvolvimento sustentável.